Mês de Abril 2013 – o melhor para a comercialização de ônibus, segundo Anfavea.

volare_agrale_2013

A Anfavea – Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores, divulgou seus números de produção e emplacamento de autoveículos, onde, entre janeiro e abril deste ano, foram produzidos 13.624 ônibus. Essa posição reflete a expressão que 52,6% (8929 unidades) foram montadas a mais do que no referencial do ano de 2012. Entre abril e março de 2013, a alta foi de 7% (18.136 unidades ante a 16.948 coletivos). Na comparação com o mês de abril do ano passado, a indústria de ônibus parece mesmo ter esquecido a retração do período 2011/2012 motivada pela mudança de tecnologia do Euro 3 para o Euro 5 e a retração econômica do país. No mês de abril, foram realizados cerca de 3691 emplacamentos de ônibus. As novas licitações e a necessidade de retomada de renovações das frotas nacionais remetem aos grandes investimentos relacionados à mobilidade urbana para a Copa do Mundo de 2014 e ao PAC-2, justificando o bom momento do setor. Somam-se ainda os programas sociais do Governo Federal – que demandam por mais ônibus, como o Caminho da Escola, e o prolongamento das condições de juros para a linha de financiamento junto ao Finame. (Por Eduardo Jose de Oliveira, editor MTb 15675SP – de SP – Foto: Volare-Agrale/Secco Comunicação/Divulgação).

Anúncios
por inbustransportonibus

BYD Motors – vai construir ônibus elétricos nos EUA!

ebus_byd_motors_chi

ebus_byd_motors_chi_1

A empresa chinesa BYD Motors confirmou que vai produzir seus ônibus elétricos na Califórnia, EUA (montagem das carrocerias, como os modelos “ebus” Electric e o “K9”). A produção será de mil coletivos/ano em até 20 anos. A fabricante chinesa contará assim com duas plantas nos EUA para ônibus: da Califórnia para construção dos modelos e a planta industrial que será no leste de Los Angeles, onde serão feitas as baterias de fosfato de ferro, que armazenam a energia elétrica que move os coletivos elétricos. Criada em 1995, a BYD possui plantas industriais e escritórios em Hong Kong, Taiwan, Índia, Coréia do Sul, Japão e Europa, cujos investimentos para as unidades norte-americanas foram de US$ 10 milhões. Em dois anos, a BYD Motors vai construir ao menos 50 ônibus elétricos na futura fábrica, que fica perto do deserto de Mojave, nos EUA. (Por Jean Robert Dierckx, de Bruxelas, Bélgica, correspondente para a Revista Inbus Transport – Brasil – Fotos: BYD Motors Co./Press).

por inbustransportonibus

Fretados em SP tem lista de empresas cadastradas pela prefeitura do município.

DSCN3104_640480

A PMSP Prefeitura do Município de SP, através da SMT Secretaria Municipal de Transportes, divulgou a lista de empresas de ônibus de fretamento que estão autorizadas a operar e circular pela cidade (tendo ou não sede no município). Desde 2009, uma antiga posição do executivo municipal (com a criação da Zona Máxima de Restrição do serviço fretado) não permitia que os ônibus e vans de fretamento operassem em algumas regiões da cidade, como o da região central, sul e oeste.

DSCN3122_640480

Já o atual prefeito da capital, Fernando Haddad, reconheceu a importância dos coletivos e vans de fretamento para a mobilidade urbana, já que um veículo operando como fretado pode retirar das vias públicas da área urbana, cerca de 40 automóveis particulares, ocupando assim o lugar de três unidades e poluindo muito menos o ambiente. Os coletivos (15 anos de fabricação) e as vans (10 anos apenas) podem conseguir as referidas licenças, cujos veículos devem conter os principais equipamentos, frota atualizada e cadastrada.

DSCN3119_640480

Ainda de acordo com os técnicos da prefeitura, cerca de 789 empresas do segmento têm autorização para operar em SP (cujas licenças são renovadas anualmente). Para maiores informações sobre as empresas permissionárias do sistema fretado, basta acessar o site da prefeitura: http://www3.prefeitura.sp.gov.br/smt/pesqtranspub.php (Por Elias Marques, editor MTb 49162SP – de SP – Fotos: Inbus Transport).

por inbustransportonibus

RJ: reciclagem vai envolver cerca de 18 mil profissionais do volante no segmento urbano local!

DSCN_66_84

O prefeito do RJ, Eduardo Paes, editou em nota o decreto local que obriga a Rio Ônibus (sindicato que congrega as empresas de ônibus da capital fluminense) a realizar um programa de reciclagem e princípios de direção defensiva, em função das últimas ocorrências que envolveram os coletivos da cidade. A capacitação dos motoristas deve ocorrer em um ano e os cursos devem ser abrangentes, contanto com as noções básicas de dirigibilidade, a prevenção de acidentes e primeiros socorros, para minimizar a imagem negativo do sistema de transporte urbano local. A Prefeitura do Rio vai também intensificar as “blitz” de fiscalização juntamente com a Polícia Militar do Estado e técnicos da Secretaria dos Transportes, para anotar as principais ocorrências contra as empresas que exploram o serviço de transporte. Atualmente na cidade, existem cerca de 18 mil profissionais do volante. Um sistema de informações entre o poder público e as empresas vai determinar quais são as maiores infrações, cujas companhias terão de informar o nome dos profissionais envolvidos em acidentes com os coletivos. (Por Eduardo Jose de Oliveira, editor MTb 15675SP – de SP – Foto: Inbus Transport).

por inbustransportonibus

Novo Gran Via da Mascarello – maior e mais funcional para atender a classe de chassi com motorização traseira.

B3727

B3728

A paranaense Mascarello apresentou o seu novo modelo urbano – o Gran Via 2014 – disposto para atender ao mercado de chassi com motorização traseira. “Conseguimos em termos de engenharia dar amplitude no layout interno do Gran Via, que passa a ser o maior do segmento” – enfatizou Antonio Jacel Duzowiski, diretor comercial da encarroçadora que tem a sede em Cascavel. O primeiro modelo da nova carroceria foi destinada para a empresa Expresso Nordeste de Campo Mourão (grande parceira comercial da encarroçadora), montado sobre chassi MAN-Volksbus. Ainda internamente a fabricante de ônibus inseriu iluminação de LED, poltronas estofadas e espaço reservado para cadeirantes e cão guia – obedecendo as normativas atuais de acessibilidade universal. “Tambem aplicamos um design da nova identidade da linha de carrocerias urbanas da empresa. O Gran Via ficou espetacular em seu formato” – finalizou o executivo da Mascarello. Na frontal o Gran Via ganhou um legítimo pára-choque totalmente redesenhado e que garante uma sintonia estética com as laterais da carroceria. O mesmo ocorre com a traseira do coletivo: lanternas de amplitude, nova grande de acesso ao motor, garantida pela excelente entrada de ar natural – tudo reforçado pelo toque especial do design da equipe da encarroçadora, que elevou ainda mais a beleza do modelo. O modelo também celebra a passagem de 10 anos da marca, e que vem surpreendendo com os modelos que atende desde o microonibus, passando pelo urbano, rodoviário de média distancia e o executivo (como o Roma 370). (Por Helio Luiz de Oliveira, editor MTb 69429SP, de Cascavel, PR – Fotos: Mascarello/Marketing).

por inbustransportonibus

Plataforma elevatória para rodoviário já é uma nova realidade nas empresas do setor!

solar_com_elevador_4

caio_induscar_solar_elevador_122

A Caio-Induscar também aposta no seu recente lançamento para atender a um mercado especifico de carroceria: a utilização de elevador lateral em modelo rodoviário. A empresa Santa Rita (operadora de fretamento e turismo da capital) foi a primeira companhia a possuir o novo equipamento, no que facilita o transbordo de um cadeirante, sem interferir no deslocamento normal de um coletivo rodoviário. Posicionado na lateral direita do ônibus, a plataforma tem acionamento pneumático realizado pelo condutor, sendo que a porta lateral se abre e o elevador dá acesso à área de embarque (calçada ou plano de rolamento) do passageiro. Todo o mecanismo e o acionamento é permitido graças à área exclusiva no qual o equipamento está acondicionado, no bagageiro inferior. Na parte superior (área envidraçada) a janela do Caio Solar (modelo construído) abre em ângulo que facilita a entrada do elevador, realizando assim o transbordo do passageiro-cadeirante. Atualmente essa operação é realizada pela porta principal do ônibus, o que dificulta o carregamento físico do passageiro especial, vindo a ocorrer um acidente ainda mais grave. (Por Elias Marques, editor MTb 69429SP – de SP – Foto: Divulgação).

 

por inbustransportonibus

Volare apresenta versão 4×4 e Rural na Agrishow 2013

volare_4x4_640

volare_campeiro_2013

A Volare apresentou durante a Agrishow 2013 (Feira Internacional de Tecnologia Agrícola de Ribeirão Preto, SP), os modelos de seus mini-onibus destinados para as aplicações fora-de-estrada, com o “Rural V8L” e o “Volare V8 4×4”. A encarroçadora gaúcha vê a importância e a presença da marca num evento de magnitude como é a Agrishow para disponibilizar um veículo da marca com todas as características evidenciadas para o segmento agrícola nacional. “Somos os pioneiros no desenvolvimento de um veículo ideal que atende ao transporte de passageiros em aplicações fora-de-estrada, como é o caso do nosso produto que serve para operar em áreas rurais. Participar da Agrishow representa uma oportunidade para tornar ainda mais conhecido os nossos veículos e suas devidas aplicações, desde o transporte de trabalhadores até para o turismo de aventura” – enfatizou o executivo e gerente comercial da empresa, Mateus Ritzel. O “Volare Rural V8L” é equipado com motor Cummins de 152 cv de potência e desenvolvido especialmente para o setor agrícola. O veículo possui 8,45 m de comprimento total de m, 4,85 m distância de entreeixos e uma capacidade máxima de tração para 11 mil kg (eixo traseiro opcional com diferencial bloqueante). O Volare Rural pode transportar 29 passageiros (com poltronas reclináveis) e mais o auxiliar do motorista. É o veículo indicado para utilização no campo e ainda comoo fretamento em regiões agrícolas e rurais por todo o país. Já o “Volare 4×4” foi desenvolvido para trafegar em locais de difícil acesso, sendo apto para operar nas configurações do tipo turismo (aventura) e como escolar e rural. Equipado com o motor Cummins com 152cv potência e 450 Nm de torque, o produto vem com eixo dianteiro tracionado e sistema de transmissão com a opção de utilização 4×2 (somente tração nas rodas traseiras) e ainda como operação na versão 4×4 (tração nas rodas dianteiras e traseiras) ou “4×4 reduzida”. O Volare 4×4 possui ainda: rebocadores na dianteira e na traseira, e sistema de ar-condicionado com condensador montado no teto (local mais protegido contra danos), estepe em compartimento fechado na traseira e proteção especial para o cárter do motor e para o tanque de combustível. Possui o câmbio Eaton de cinco velocidades e caixa de transferência de dupla velocidade, carroceria com saia lateral alta, suspensão reforçada, sinalização diferenciada e espelhos que permitem total visualização em torno do veículo, o que proporciona maior facilidade e segurança em manobras e deslocamentos. Sua capacidade de transporte é de 18 passageiros (mais motorista).  (Por Elias Marques, editor MTb 49162SP – de Ribeirão Preto, SP – Foto: Volare/Secco Comunicação).

por inbustransportonibus

Novo Gran Micro da Mascarello!

B3731

B3732

A Mascarello apresenta a sua nova geração de microonibus, reeditando o sucesso de uma década atrás, com a exportação do primeiro modelo do Gran Micro para o Chile. “Este novo modelo de microonibus vai incrementar ainda mais as nossas vendas, pois implementamos os melhores acabamentos no Gran Micro, além de receber uma nova estruturação no conjunto principal da carroceria” – afirmou Antonio Jacel Duzowiski, diretor comercial da encarroçadora. De acordo com nota da Mascarello, entre as principais características do veículo está a redução de peso do equipamento quando comparado aso similares concorrentes. O modelo: Gran Micro urbano pode ter a configuração ideal de comportar 30 poltronas de encosto alto (como no chassi Mercedes-Benz LO – 915 de 4250 mm de entreeixo veicular), recebendo o assoalho em madeira com piso em playwood (compensado naval), permitindo assim a ausência da caixa de roda com nivelamento total (com duas portas para atender o segmento urbano). Ainda internamente, no salão de passageiros a iluminação é formatada em lâmpadas de LED (e um novo painel de instrumentos). O micro da Mascarello recebeu em seu design externo a nova frente (permitindo uma maior visibilidade na operação diária) e um moderno conjunto de lanternas traseiras. As primeiras unidades da encarroçadora paranaense mostrando a nova geração do Gran Micro Urbano foram exportadas para o Chile. (Por Helio Luiz de Oliveira, editor MTb 69429SP – de Cascavel, PR – Foto: Mascarello/Marketing).

por inbustransportonibus

“Superarticulado” em SP terá mais de uma centena do novo BRT

superarticulado_mbb_56

A encarroçadora paulista Caio-Induscar divulgou em nota a comercialização de 100 unidades encomendadas do modelo Millennium BRT “Superarticulado” para empresas urbanas de SP como a VIP – Viação Itaim Paulista e Viação Campo Belo, do Grupo Ruas. De acordo com a encarroçadora, o modelo possui 23 m de comprimento (com ar condicionado, sistema multiplex computadorizado que monitora as funções da carroceria e as portas posicionadas do lado esquerdo) oferecendo assim uma maior capacidade de transporte quando comparados aos veículos articulados (18 m ou 18,6 m) e até mesmo das versões de 15 m (com três eixos). Ao todo o “Superarticulado” pode transportar 175 passageiros, sendo 117 em pé e ainda 58 usuários sentados, espaço para cadeirantes e cão-guia do acompanhante. Tanto a VIP como a Viação Campo Belo utilizam do chassi da marca Mercedes Benz modelo O-500 UDA pintados nas cores vinho (Consórcio 7 – Região sul) e amarelo (Consórcio Plus – Região leste) da capital. (Por Helio Luiz de Oliveira, editor MTb 69429SP – de SP – Foto: Mercedes-Benz/Comunicação).

por inbustransportonibus

MAN-Volksbus agenda visita para encarroçadores argentinos conhecerem a nova tecnologia do Euro 5, prevista para 2014 no vizinho país.

release argentina II

Buscando as orientações do mercado de ônibus daqui do Brasil, na Argentina, a legislação de restrição à emissão de poluentes com base nas normas internacionais ditadas pelo Euro V, irão entrar em vigor a partir de janeiro de 2014. Assim, os encarroçadores e operadores de transportes daquele país puderam conhecer de perto as inovações tecnológicas e o novo combustível mais limpo que é exigido pela futura legislação. A troca de experiência para esta preparação e as orientações foram temas da visita técnica preparada pela MAN Latin America (na fábrica de Resende, no RJ), que recebeu os encarroçadores argentinos para conhecer como são os novos chassis que seguem as especificações do Euro V, iniciando a oportunidade para a nova fase que será editada nos transportes em geral no vizinho país. Ainda de acordo com a MAN, as adaptações necessárias e as homologações pelas autoridades locais, realizadas nas carrocerias para que os produtos sejam compatíveis aos novos chassis, devem seguir os similares padrões brasileiros. Com 15 anos de atuação no mercado argentino, a MAN apresentou na ocasião o seu motor MAN D08, produzido no Brasil, cujo propulsor dispensa a utilização do ARLA 32 – Agente Redutor Líquido Automotivo e que usa o sistema de recirculação de gases. (Por Eduardo Jose de Oliveira, editor MTb  15675SP – de SP – Foto: MAN/Comunicação/Press).

por inbustransportonibus