Hibribus da Volvo – Solução pioneira e sucesso do novo modelo de tecnologia!

Tecnologia de ônibus híbrido da Volvo é revolucionária e a mais avançada do mercado nacional!

volvo_hibribus_2012_ctb

O constante desenvolvimento do novo e atual ônibus híbrido da Volvo Bus chamado de “híbrido plug-in” é o grande destaque na Europa e que vai contribuir para uma evolução que visa dar a sustentabilidade social sem danos ao meio ambiente. Nesta nova introdução para o segmento de transporte de passageiros a Volvo destacou que o coletivo pode ser carregado através da rede elétrica nos terminais de ônibus, facilitando a operação em distâncias mais longas utilizando a eletricidade limpa e silenciosa. Graças ao reduzido consumo de energia (equivalente em até 60% e as emissões de dióxido de carbono em pelo menos 80%), o ônibus híbrido plug-in já está sendo testado em Gotemburgo, Suécia e que o início da produção seriada está previsto para o ano de 2015. O ônibus híbrido brasileiro aqui fabricado em Curitiba também é uma tecnologia revolucionária e é a solução híbrida mais avançada já desenvolvida. Movido à eletricidade e a diesel, o ônibus reduz em 90% a emissão de gases poluentes em relação aos ônibus convencionais. A tecnologia usada pela Volvo permite uma economia absoluta em relação aos ônibus com tecnologia “Euro 3” e em 50% quando comparados com os veículos atuais da gama “Euro 5”. Outra vantagem do veículo é não emitir ruído em cerca de 30% a 40% do tempo de operação.

volvo_hibribus_2012_ctb_a

“A América Latina tem um excelente potencial de mercado e há um grande interesse pelo veículo híbrido. O caminho para a eletromobilidade é irreversível e por isso estamos totalmente prontos para oferecer o melhor produto” – destacou Euclides Castro, gerente de ônibus urbanos da Volvo Bus latina. A chamada tecnologia “Híbrida em Paralelo” foi projetada para um ônibus com dois motores (um a diesel e outro elétrico) que funcionam em paralelo ou de forma independente. O motor elétrico é utilizado para arrancar o coletivo e acelerá-lo até uma velocidade de aproximadamente 20 km/h, e também é usado como gerador de energia durante as frenagens. O motor diesel entra em funcionamento em velocidades mais altas. A cada vez que se são acionados os freios, a energia de desaceleração é utilizada para carregar as próprias baterias do veículo. Quando o “ônibus hibrido” está parado (como num exemplo: no trânsito do dia-a-dia), ou em pontos e paradas ou até mesmo em semáforos, o motor diesel fica totalmente desligado. (Por Helio Luiz de Oliveira, editor MTb 69429SP, de SP – Fotos: Volvo Bus/Marketing).

Anúncios
por inbustransportonibus

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s