Viale BRS da Marcopolo – Primeiro hibrido “low entry” do Brasil.

marcopolo_viale_brt_40

A encarroçadora do RS apresentou durante a Transpúblico 2013/NTU seu moderno ônibus Viale BRS com tração híbrida (biodiesel/elétrica) – uma das atrações da Marcopolo. O veículo é o primeiro com piso baixo fabricado no Brasil com a tecnologia híbrida equipado com chassi Low-Entry “Volvo B5RLH EURO V”. No conjunto propulsor o coletivo é formado por um motor elétrico de 160 cv de potência, que utiliza baterias de íon de lítio e que também dispõe de um motor diesel/biodiesel de 215 cv de potência. “Os ônibus híbridos são os veículos do futuro. Em recentes feiras de mobilidade urbana na Europa, foram os modelos mais evidenciados pelas operadoras e os que mais se destacaram. O Viale BRS tem projeto, desenvolvimento e produção com foco na sustentabilidade. A tração híbrida reforça a posição de vanguarda em oferecer soluções de transporte menos poluentes, mais econômicos e que contribuam com a qualidade de vida da população” – explicou o executivo da Marcopolo, Paulo Corso, diretor de operações comerciais. Os propulsores são instalados na parte traseira do coletivo, o que contribui para a melhor distribuição de peso veicular e conforto para todos os seus passageiros. Com 13395 mm de comprimento, o “BRS Híbrido” tem a capacidade para transportar 91 passageiros, sendo 41 sentados e 50 em pé e ainda: equipado com transmissão automática, retarder, poltronas com encosto de cabeça, com descansa-braços e descansa-pés, lixeiras no salão de passageiros, sistema de ar-condicionado, alarme sonoro de marcha à ré e sistemas de gerenciamento de frota e de iluminação interna em LED´s. O coletivo gaúcho fabricado em Caxias do Sul conta também com um sistema de acessibilidade, espaço para cadeirantes, cinto de segurança de três pontos e sistema de audiovisual com dois monitores de 19 polegadas em LCD. O moderno ônibus conta com uma tecnologia projetada para um ônibus com dois motores, um a diesel e outro elétrico, que funcionam em paralelo ou ainda de forma independente. O motor elétrico é utilizado para deslocar o “Viale BRS” e acelerá-lo até a uma velocidade de aproximadamente 20 km/h e sua energia é fornecida pelas baterias de lítio. Depois disso, o veículo hibrido funciona em paralelo com o motor a diesel e o elétrico em sintonia integrada. A energia para o elétrico é fornecida pelo sistema de regeneração dos freios e ainda pelo gerador interno acoplado no próprio motor elétrico. Sem poluir, econômico e bonito em seu visual urbano, este tipo de coletivo pode estar cada vez mais presente nas ruas e avenidas brasileiras, ainda nos próximos imediatos anos. (Por Helio Luiz de Oliveira, editor MTb 69429SP, de SP – Foto: Marcopolo/Marketing/Secco Comunicação Assessoria de Imprensa).

Anúncios
por inbustransportonibus

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s