ANTT: mais rigor para fiscalização junto as empresas rodoviárias de ônibus!

A ANTT Agência Nacional de Transporte Terrestre (desde o inicio do mês de abril) exige das empresas de ônibus (a nível nacional) que se adequem nas novas resoluções da Agência, no que devem incluir e inserir o “Nome” e “CPF” do passageiro no bilhete de passagem.

DSCN9779

A regulamentação deverá constar no verso do bilhete, bem como conter todas as cláusulas especificas da nova Lei. Ao passageiro e usuário deverão também observar as novas determinações, para que possam numa eventual necessidade, buscarem seus devidos direitos junto às operadoras. Por Elias Marques, editor MTb 49162SP, de SP – Foto: NOP Bus/Imprensa PR

Anúncios
por inbustransportonibus

Ônibus Elétrico realiza testes pelas ruas da “cidade maravilhosa”

BYD: ônibus elétrico testado no RJ.

byd_eletric_rj_abr_2014

Com 12 m de comprimento, 2,55 m de largura e ainda 3,36 m de altura, a BYD Build Your Dreams – empresa chinesa do setor automotivo, testou durante trinta dias a sua unidade elétrica na linha 249 (Água Santa – Centro) no Rio de Janeiro. A carroceria com padrões chineses circulou em Sorocaba, SP, Palmas, Brasília e Salvador. O veículo é acessível, com piso baixo e rampas, dotado de baterias de fosfato de ferro (que precisam de cinco horas para ser recarregadas) e autonomia para atingir até 320 km (dependendo das condições de operação e da lotação). No modelo existe dois motores elétricos no eixo de tração, o que segundo a própria BYD, aumenta a força do veículo e permite um melhor desempenho, com redução inclusive no nível de ruído, ampliando o conforto dos passageiros. No ano passado a fabricante iniciou a produção de ônibus elétricos na fábrica inaugurada em Lancaster, na Califórnia, EUA, cujos investimentos foram de US$ 30 milhões. A BYD pretende instalar uma planta aqui no Brasil, cuja intenção é de investir US$ 100 milhões para construir uma planta industrial de ônibus elétricos no Estado de SP. Após a conclusão inicial, a fabricante chinesa espera chegar até 2016 a uma produção de 4 mil ônibus elétricos por ano. Com isso deverá comercializar seus produtos para o Brasil e países vizinhos da América Latina. Criada em 1995 na China, a montadora possui plantas e escritórios em Hong Kong, Taiwan, Índia, Coréia do Sul, Japão e Europa. Só na China e nos escritórios, são empregadas 150 mil pessoas. Por Helio L Oliveira, editor MTb 69429SP, do Rio de Janeiro – Foto: NOP Bus/Imprensa/RJ

Ônibus em Brasília, DF: ajuda para diminuir a criminalidade contra a mulher da capital federal!

viac_piracicabana_bra_df

Os motoristas de ônibus do sistema urbano de Brasília, no DF, devem parar os coletivos fora das paradas, sempre que solicitados, para o desembarque de mulheres após o período noturno das 22hs. A obrigatoriedade foi publicada em decreto no Diário Oficial distrital em 21 de março de 2014.  Segundo a normativa, os coletivos podem parar em locais onde seja possível estacionar o veiculo, respeitando, contudo o trajeto da linha urbana. A novidade deverá atender a obrigatoriedade para diminuir a criminalidade no DF, cuja regulamentação soma-se a grande campanha local contra o abuso as mulheres. Por Eduardo J Oliveira, editor MTb 15675SP, de SP – Foto: NOP Bus/Imprensa

 

por inbustransportonibus Com a tag

Scania: BH em seu Sistema MOVE vai operar com chassis da marca sueca!

“38 chassis Scania para o BRT de Belo Horizonte”

 scania-onibus-bh-1

A Scania anunciou a comercialização de 38 novos e modernos chassis de ônibus para utilização no novo sistema de BRT Bus Rapid Transit ou Transporte Rápido por Ônibusde BH, o MOVE. Os modelos articulados são da série “K310” na versão “6×2/2” que tem capacidade para transportar 127 passageiros (piso normal, equipado com freios ABS, sistema EBS, controle de tração, sistema de “ajoelhamento”, caixa de câmbio automática ZF Ecolife de 6 marchas e freio auxiliar incorporado). “A Scania possui uma linha de chassis que oferece soluções completas de produtos e serviços para a mobilidade urbana. As exigências da licitação promovida pelo órgão gestor, a BHTrans, reforçam a importância da qualidade, economia de combustível, robustez e baixo índice de manutenção dos produtos da marca” – afirmou o diretor de Vendas de Veículos da Scania no Brasil, Eronildo Santos. Os modelos estão sendo operados e utilizados pelas operadoras: Transportes Milênio, Transportes São Dimas, Turilessa e Bettania Ônibus.

scania-onibus-bh

Os coletivos vão atuar em dois dos três corredores do MOVE: Cristiano Machado e Antônio Carlos.Os ônibus têm quatro portas à esquerda, que coincidem com as portas da plataforma do BRT (além de três saídas do lado direito, que permitem um embarque e desembarque na altura da calçada). Dentro dos ônibus, por meio de sistemas de som e painéis digitais, os passageiros têm acesso às informações sobre a próxima estação. Os ônibus contam ainda com circuito fechado de TV e GPS com monitoramento por centrais de controle operacional. O BRT é um sistema de transporte por ônibus, de alta capacidade e alta qualidade, operado de forma semelhante ao metrô, capaz de atender os usuários com rapidez e conforto.Quando estiver com sua infraestrutura 100% concluída e a frota de veículos completa, o MOVE vai transportar perto de 700 mil passageiros por dia. Por Elias Marques, editor MTb 49162SP, de BH, MG Fotos: Scania/Imprensa/Kreab Gavin Anderson Ass Imprensa

por inbustransportonibus Com a tag

Carrocerias da Comil como o Versatile Gold fazem sucesso em empresários de MG.

O modelo “Versatile Gold” da Comil Ônibus vem se consolidando no mercado nacional, especialmente no segmento de fretamento. Cerca de 80 unidades foram comercializadas para oito empresas do Estado de MG, formatando um dos maiores negócios em volume do modelo já registrados pela marca gaúcha. Os clientes forma: a Viação São Luiz (21 unidades), Turin Transportes (15x),Translíder (10x), Viação Sol e Mar (8x), Sem Fronteiras (3x), Ferreira e Ferreira (3), Rouxinol (16) e Grupo Transmoreira (3x).

B3834

As companhias se juntaram para efetuar uma única compra com o intuito de garantir maior poder de negociação (todas as unidades com a mesma configuração: rodoviário com 48 lugares), conforme explica o diretor da Viação São Luiz, Vander Odilon Ferreira. “Formamos este grupo com a intenção de ofertar um volume maior para que conseguíssemos o produto por um melhor custo beneficio”. Os coletivos vão operar no transporte de trabalhadores de mineração e da indústria em diferentes regiões do Estado mineiro, além de linhas regulares do Sistema Intermunicipal de DER-MG Departamento de Estradas e Rodagens de MG em linhas de médias distâncias. Por Adamo Bazzani, editor MTb 31521SP, de SP – Imagem: Comil/Moglia Ass Imprensa.

Leoncini: assume a VP na Mercedes-Benz [agora em junho/2014]

Engenheiro formado em 1986, em Mecânica pela Universidade Metodista de Piracicaba, SP, e pós-graduado em Negócios na University of Califórnia, em Irvine, nos Estados Unidos (em 2002) e MBA em Administração de Negócios na FGV-Fundação Getúlio Vargas (em 2004) – Roberto Leoncini vai iniciar sua nova trajetória como o novo vice-presidente de Vendas e Marketing da Mercedes-Benz. Leoncini substitui a Joachim Maier, que assumiu a presidência da mesma montadora na Argentina.  Atuante na área automobilística e com vasta experiência em veículos comerciais, o executivo possui 26 anos em especial dedicação no segmento de caminhões pesados.

robr_leoncin_mb

Natural de SP, o executivo iniciou sua carreira profissional na Scania do Brasil, em 1988, como representante distrital em Vendas de Caminhões. Posteriormente, ocupou as funções de gerente de vendas & Fleet Operators, gerente executivo de vendas de caminhões, diretor de vendas de veículos e diretor geral de vendas e serviços da montadora sueca. Em sua nova atribuição na fabricante alemã, Roberto será responsável por todas as atividades de vendas e marketing para caminhões e ônibus da marca. Por Helio L Oliveira, editor MTb 69429SP, de SP – Foto: Divulgação.

Transmilênio: novos ônibus da Volvo em operação urbana!

Volvo Bus: entregou 379 ônibus para o Sistema Integrado de Transporte Público de Bogotá, capital da Colômbia. Ao todo são 200 ônibus híbridos e 179 ônibus convencionais que vão operar integrados ao Transmilênio (sistema BRT da cidade).

bogota_trans_milenio_bus_biarticulado_1

A Volvo brasileira está presente em Bogotá desde o início do projeto do Transmilênio, em 2001.  “Os nossos produtos e veículos conquistaram os clientes pela robustez, alta disponibilidade e eficiência no consumo de combustível, um dos itens que mais pesam na planilha orçamentaria” – enfatizou o gerente de ônibus urbanos da Volvo Bus Latin America, Euclides Castro. As primeiras 200 unidades dos ônibus híbridos da Volvo estão operando no sistema de transporte urbano de Bogotá desde a segunda quinzena de abril. “Estamos reforçando nossa estrutura para atender aos clientes que adquiriram veículos híbridos. A tecnologia ainda é novidade e o treinamento dos motoristas é fundamental para apurarmos a melhor média de consumo, garantindo uma baixa emissão de poluentes e recarregar as baterias durante as frenagens” – explicou o gerente comercial da Volvo Bus Latin America na Colômbia, Alexandre Selski. A montadora sueca oferece aos seus clientes suporte pleno de pós-venda para maximizar o desempenho dos veículos com um menor custo operação.

volvo_colombia_abr_014

No pacote está incluído o treinamento constante de motoristas, sistema de telemetria, para que acompanhem a performance dos ônibus em tempo real; e atendimento nas garagens dos clientes com equipe de mecatrônicos especializados. O ônibus hibrido da Volvo opera no modo elétrico não consome combustível e não emitem poluentes. O motor elétrico é utilizado para arrancar o coletivo e acelerá-lo até 20 km/h e o motor diesel entra em funcionamento em velocidades mais altas.  O motor a diesel fica desligado quando o veículo está parado para embarque e desembarque e a energia das frenagens é usada para carregar as baterias do motor elétrico. A economia de combustível e redução de emissões deve-se à tecnologia desenvolvida pela fabricante: dois motores, um a diesel e outro elétrico, que funcionam em paralelo ou de forma independente. Os híbridos vão operar com um contrato em que a Volvo assume não só a manutenção do veículo, como também a total responsabilidade pela bateria dos veículos. A empresa Transmilênio é líder no segmento de ônibus urbanos na capital do país, com mais de 65% de participação de mercado. A opção por ônibus articulados, biarticulados e os alimentadores da marca vem contribuindo para o BRT da cidade ser considerado um dos mais modernos e eficientes do mundo. Por Helio L Oliveira, editor MTb 69429SP, de Curitiba, PR – Fotos: Volvo Bus/Latin America.

Rimatur de Curitiba: integra em frota modernizada, novos coletivos com chassi MAN-VW Volksbus

Rimatur Turismo incorporou em sua moderna e atualizada frota de rodoviários, os novos coletivos com chassi MAN-VW Volksbus (motorização dianteira) e carroceria Marcopolo G7 (Viaggio 900). A empresa é a maior operadora do segmento de fretamento e turismo no PR e também da região sul do país. Com sede em Curitiba, SP, a Rimatur atua com coletivos no segmento continuo para renomadas empresas na região metropolitana da capital paranaense. Por Ronaldo dos Santos, editor MTb 9529PR, Repórter Fotográfico ARFOC PR Reg Matr: 0010PR – Fotos: FotoFrotista8600 (2) 8600 (9)

BH integra em sua frota urbana novos veículos com chassi Volvo!

A Volvo Bus Latin America: 132 veículos para o sistema de transporte público da cidade de BH (no MOVE), sendo 89 articulados e 43 convencionais.

 volvo_move_mar_014_2 Novos ônibus já estão circulando pelos dois primeiros corredores do MOVE – BRT de BH, MG. O articulado da montadora sueca tem capacidade de transportar 15% mais passageiros do que os demais modelos articulados que circulam no sistema e na cidade. Todos os veículos são equipados com caixa de câmbio automática, freio a disco e EBS, um sistema de controle eletrônico dos freios que oferece mais eficiência e estabilidade às frenagens. Além disso, possuem controle de aceleração inteligente, exclusivo da Volvo, que permite reduzir ainda mais o consumo de combustível.

volvo_move_mar_014_1

“Os nossos veículos são reconhecidos pela segurança, alta disponibilidade e eficiência de consumo, características importantes para um transporte público de qualidade” – destacou o presidente da Volvo Bus Latin America, Luís Carlos Pimenta. Os ônibus da Volvo são ideais para atender às características topográficas da capital mineira, com muitos aclives e declives, pela posição do motor, pela alta disponibilidade e ainda por possuir um sistema de articulação simplificado e robusto. Os coletivos convencionais foram desenvolvidos também “sob medida” para operar no sistema MOVE. “Desenvolvemos a melhor configuração para atender às características de transporte da cidade, para que o veículo oferecesse conforto, e fosse robusto e leve ao mesmo tempo” – destacou o engenheiro de vendas da Volvo Bus Latin America, Idam Stival. O modelo é produzido em aço especial, possui motor dianteiro, suspensão pneumática, retarder (freio auxiliar), e apresentado na configuração 4×2.  Além disso, possui um entre eixo de 6300 mm, o que permite veículos com 13,2 metros de comprimento e maior capacidade de passageiro. Por Elias Marques, editor MTb 49162SP, de Belo Horizonte, MG – Fotos: Volvo Bus

por inbustransportonibus Com a tag

Chassi de Ônibus UD do Grupo Volvo: expansão mundial!

Linha de ônibus UD inaugurada em Bangalore, na Índia, deverá ampliar as ações comerciais do Grupo Volvo em todo o mundo.

volvo_ud_2014

Os ônibus da fabricante de chassi “UD” (Grupo Volvo), comercializados no mercado nipônico, deverá ter uma forte expansão para outros mercados, o que deve ocorrer e acontecer nos vindouros próximos anos. “Apresentamos uma nova linha de ônibus UD – projetada especificamente para mercados em crescimento, um segmento com forte potencial. Atualmente, a marca de ônibus UD tem grande representação no Japão e nos mercados do Sudeste Asiático. Agora, renovamos e adaptamos o ônibus para o mercado indiano” – afirmou o vice-presidente, das operações de ônibus do Grupo Volvo, responsável pelos mercados internacionais, inclusive a Ásia, Akash Passey. A nova linha de chassis será desenvolvida aproveitando a rede de engenharia global do Grupo Volvo, combinando a confiabilidade e a tradição japonesa. Na Índia, a nova linha de ônibus receberá o suporte da rede de distribuição do Grupo Volvo para o fornecimento de serviços e peças. “Nossos veículos oferecem aos seus passageiros uma moderna solução em transporte ao mesmo tempo em que foca nos aspectos operacionais essenciais: eficiência em combustível, confiabilidade e disponibilidade otimizada” – enfatizou Passey. O Grupo Volvo desempenha um grande e importante papel no mercado indiano desde o início de suas operações em 2001. A empresa ajudou no desenvolvimento do setor de transporte público ao estabelecer um segmento de ônibus rodoviários “premium” – e desta forma redefinir a visão do público quanto a viajar de ônibus. “A linha de ônibus terá modelos rodoviários e urbanos. Ao introduzir a nova linha de ônibus, oferecemos aos clientes dos mercados em crescimento um produto desenvolvido para atender suas necessidades específicas. Da mesma forma que fizemos para nosso negócio de caminhões, estamos posicionando nosso ônibus de acordo com os segmentos de clientes de modo a cobrir o máximo do mercado acessível que for possível” – finalizou o presidente e CEO do Grupo Volvo, Olof Persson. A produção dos chassis de ônibus “UD” iniciou em Bangalore. Os primeiros coletivos devem chegar aos clientes ainda neste próximo semestre. Além de atender o mercado doméstico da Índia, a planta de ônibus UD no país servirá de núcleo de exportação no futuro. Atualmente, cerca de 5 mil ônibus rodoviários e urbanos da “Volvo” circulam pelas ruas e rodovias indianas. Por Jean R Dierckx, de Bruxelas, Bélgica – Correspondente para a REVISTA INBUS TRANSPORT Brasil – Image: Volvo Buses/UD

por inbustransportonibus Com a tag