Chassis da MBB são as melhores opções para os operadores brasileiros do TRP.

As novas opções de chassis de ônibus da Mercedes-Benz oferece uma nova solução para o transporte rodoviário de passageiros: com o modelo “O-500 RSD 2441 6×2” com motor “OM-457 LA” de 408 cv de potência e PBT Peso Bruto Total de 24 toneladas. O veiculo foi desenvolvido para atuar nas aplicações rodoviárias de médias e longas distâncias e para as operações de turismo. A montadora destaca o chassi “RSD 2441” o que aumenta as opções de escolha para os clientes, pois ainda continua comercializando a versão “O-500 RSD 2436” 6×2 com motor de 354 cv. O veiculo permite a instalação de carrocerias “DD Double Decker” e “LD Low Drive” e carrocerias de até 14 m de comprimento total. O produto vem equipado de série com a caixa de mudanças totalmente automatizada “Mercedes PowerShift GO 240 de 8 marchas” (sem pedal de embreagem e desenvolvido para aplicação em ônibus rodoviários, assegurando conforto e praticidade para o motorista e reduzindo o consumo de combustível), que vem com o retarder integrado Voith R 115 E, no que amplia o nível de segurança de frenagem do veículo e a vida útil dos componentes do sistema de freio. Como itens de série a Mercedes-Benz destaca como os principais pontos: coluna de direção regulável, piloto automático “Tempomat”, freio com secador de ar e válvula Concept, sistema de elevação e rebaixamento da carroçaria (KNR) para suspensão dianteira e traseira, polia do motor para acionamento do ar condicionado, painel de instrumentos com diagnose “on board”, “podeste” com regulagem de altura para facilitar o encarroçamento e radiadores de água e intercooler escamoteáveis. Como opcional este novo “RSD” incluem: freios a disco, eixo traseiro de apoio dirigível com freios a disco e suspensão independente, rodas de alumínio com acabamento fosco ou polido e amortecedores reforçados para montagem das carrocerias rodoviária de turismo de luxo. [Helio Luiz de Oliveira, editor MTb 69429SP, de S Bernardo do Campo, SP – Fotos: Mercedes-Benz/Imprensa]

Anúncios

Novos rodoviários da Mercedes-Benz: chassis mais potentes!

A Mercedes-Benz – líder brasileira em fabricação de chassi de ônibus apresenta seus novos veículos para o segmento: o “O-500 RSD 6×2” e o “RSDD 8×2”, este com o 4º. eixo direcional de fábrica. Os produtos também ganharam um motor muito mais potente – agora com 408 cv. “Esses novos chassis formatam a nossa constante evolução no segmento rodoviário. Além do mais, com a introdução dos diversos equipamentos e sistemas integrados aos veículos, vamos ampliar notavelmente o leque de possibilidades para que os clientes configurem os seus ônibus de acordo com suas demandas, no tipo de operação e nas condições de topografia onde irão atuar” – afirmou o diretor de vendas e marketing de ônibus da montadora, Walter Barbosa. Como destaque a fabricante paulista refere-se ao câmbio automatizado Mercedes PowerShift “GO 240” de 8 marchas com retarder integrado e ainda: sistema ESP de controle da estabilidade, freio eletrônico EBS, sistema anti-travamento ABS, controle de tração ASR, sistema de elevação, rebaixamento da suspensão da carroçaria (KNR) e freios a disco. A Mercedes-Benz reforça assim a sua participação e disponibiliza para o mercado brasileiro os melhores produtos para o setor de ônibus rodoviário, ofertando assim para as empresas rodoviárias realizar as suas operações regulares de longas distâncias e ainda nos serviços diferenciados do turismo de luxo com a introdução dos chassis. “Dessa forma, as operadoras poderão desfrutar de muito mais benefícios em termos de segurança ativa e passiva, com vantagens também no que se refere a desempenho, menor consumo de combustível e elevado conforto para o motorista e os passageiros” – finalizou Barbosa. A linha de chassi de ônibus Mercedes-Benz – é a mais completa do país, que conta com a solução diferenciada para as operações regulares em longas distâncias rodoviárias. Com o “O-500 RSDD 2741” versão “8×2”, de PBT Peso Bruto Total de 27 toneladas, vem com o motor “OM-457 LA” de 6 cilindros em linha e 12 litros de cilindrada, oferecendo uma potência de 408 cv a 2000 rpm e torque elevado de 1900 Nm a 1.100 rpm. De fábrica vem com a configuração 8×2 original (como buggy e entreeixos de 3 m e possibilitando receber carrocerias de até 14 m de comprimento total, permitindo também a instalação de carroçarias como DD Double Decker e LD Low Driver) o que assegura ao “2741” a robustez e a durabilidade necessária para quem atua nas severas condições de operação. Além disso, o veículo traz as vantagens da tecnologia Mercedes-Benz, destacando-se pela alta qualidade e baixo custo operacional, superando as expectativas do frotista mais exigente. O mesmo acontece para os serviços diferenciados do turismo de luxo. A capacidade técnica de carga do “RSDD 8×2” é de 10 mil kg nos eixos dianteiros (1º e 2º eixo modelo VO4/13 DL-7) e ainda de 17 mil kg nos eixos traseiros (1º eixo HO-4/09 DL -11,5 e 2º eixo NR-4/59 DL-5). O chassi “O-500” possui câmbio automatizado “MB GO 240” de série com retarder integrado “Voith R 115”, no que amplia ainda mais o nível de segurança de frenagem do veículo e assim a vida útil dos componentes do sistema de freio. O elevado padrão de tecnologia, desempenho, segurança e conforto, já conhecido nos chassis da série “O-500” garante a qualidade com essas duas novidades para o transporte rodoviário de passageiros. [Helio Luiz de Oliveira, editor MTb 69429SP, de S Bernardo do Campo, SP – Fotos: Mercedes-Benz/Imprensa]

Segurança para os rodoviários que utilizam a Via Dutra no trecho RJ x SP

A ANTT – Agência Nacional de Transportes Terrestres realizou um importante comando educativo para conscientizar os passageiros de ônibus sobre a importância do uso do cinto de segurança. A operação foi denominada “Copa Mais Segura” e contou com o apoio do “Programa Estrada Sustentável” que integra o rol de ações da “Campanha de Segurança Viária no Transporte de Passageiros”, que foi promovida pelo Programa durante a Copa do Mundo. O Programa Estrada Sustentável teve o patrocínio da CCR NovaDutra na Categoria Ouro. A campanha é do Programa Estrada Sustentável: parceria com a ANTT, a ABRATI Associação Brasileira das Empresas de Transporte Terrestre de Passageiros, o SETPESP Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros do Estado de SP e a PRF Polícia Rodoviária Federal [durante dois dias nos rodoviários que transitavam pela Via Dutra no km 18, no município de Lavrinhas, SP – na Base da PRF Polícia Rodoviária Federal]. O objetivo era de conscientizar os passageiros a utilizarem o cinto de segurança durante as viagens rodoviárias de ônibus para aumentar ainda mais a segurança nas rodovias federais. [Adamo Bazzani, editor MTb 31521SP, de SP – Foto: NOP-Bus]

BYD vai instalar centro de pesquisa no interior paulista!

A gigante chinesa BYD Company Limited – especializada em baterias, veículos híbridos e elétricos e novas energias – vai investir cerca de R$ 200 milhões na sua primeira unidade produtiva na América Latina, cuja fábrica será em Campinas, interior de SP. O projeto conta com o apoio da Investe SP, Agência do Governo do Estado responsável pela atração de empresas, e que também abrigará um centro de pesquisa e desenvolvimento de produtos. O anuncio foi oficializado durante o evento de assinatura de protocolo de intenções entre a BYD e a prefeitura de Campinas. A fábrica terá 32 mil m2 de área, sendo 20 mil m2 de área construída. “A planta industrial terá capacidade de produção de 500 a 1000 unidades de ônibus e baterias quando alcançar sua plena operação” – revelou o presidente da BYD Brasil, Tyler Li. “Temos ainda interesse da empresa em fabricar células de baterias e chassis para ônibus elétricos no Brasil no futuro próximo” – destacou o executivo. Segundo o presidente mundial, Wang Chuanfu, a BYD decidiu se instalar em Campinas ao perceber que a cidade era líder em inovação e desenvolvimento de tecnologias limpas, assim como a BYD. Considerada uma das empresas mais inovadoras do mundo, a BYD vai trazer a tecnologia de baterias de ferro e dos ônibus elétricos ao Brasil. A unidade contará com 450 postos de trabalho, e será responsável pela montagem de ônibus elétricos, de baterias de fosfato de ferro e abrigará a montagem de painéis solares. O Centro de P&D da empresa no Brasil será focado em estudos e tecnologias para veículos elétricos, baterias, smart grid, energia solar e iluminação. A BYD atualmente tem 180 mil funcionários em 11 parques industriais em toda a China: escritórios nos EUA, Europa, Japão, Coréia do Sul, Índia, Taiwan, Hong Kong e SP. A fábrica de ônibus elétrico de Campinas será a terceira da empresa a ser instalada fora da China, após a unidade na Califórnia nos EUA. Testes com o ônibus elétrico da BYD foram realizados em SP, RJ, Salvador, Palmas, Sorocaba e Piracicaba. Entre 16 diferentes tecnologias de ônibus avaliadas em quatro cidades da América Latina (RJ, SP, Santiago e Bogotá), o coletivo urbano de fabricação chinesa obteve o melhor desempenho nos testes, apresentando uma redução de 81% no consumo energético e ainda a redução de 75% no custo operacional [além de menor custo de manutenção e poucas adaptações nas garagens]. A BYD espera viabilizar a troca de futuras frotas de veículos poluentes para veículos de emissão zero, sem aumento nos custos dos sistemas de transporte público. Para iniciar o seu projeto de expansão no mercado brasileiro e ainda com vistas para o Mercosul , a BYD já conta com um moderno escritório em SP e destaca também os seus primeiros e bem sucedidos testes com o ônibus elétricos em diversas cidades brasileiras. A empresa também é a segunda maior produtora de componentes eletrônicos para celulares, tablets e computadores portáteis do mundo, e grande produtora de componentes e equipamentos para iluminação (LED) e painéis solares. [Helio Luiz de Oliveira, editor MTb 69429SP, de Campinas, SP – Foto: Divulgação]

Novas carrocerias urbanas da Mascarello do PR

A encarroçadora paranaense Mascarello apresentou o seu recente lançamento com o urbano “GranVia” e o “GranVia Midi” – edição 2014. Com esses novos veículos a empresa integra a linha de urbanos, juntamente com o modelo o “GranMetro”, formatando a mais completa gama de produtos para o segmento urbano, primando para o mercado doméstico e de exportação – sendo os maiores sucessos entre as operadoras de transporte. Desenvolvidos e dimensionados para a aplicação eficiente no segmento urbano, o GranVia Midi possui o dimensional de tamanho intermediário ideal para atuar nas regiões que necessitam de um coletivo versátil e ideal para trafegar em ruas e trajetos estreitos. Com comprimento que atinge carrocerias de até 12 m na série “Midi” e de 12 até 13 m no “GranVia” convencional, a Mascarello exalta as amplas qualidades dos seus produtos. Nominativos com a largura externa de 2500 mm (Midi) e de 2570 mm (para o urbano GranVia), as carrocerias receberam os mais importantes itens de segurança veicular, além dos conjuntos estéticos e modernos que garantem a comercialização e a preferencia pelas principais operadoras de transporte. Outra grande vantagem informada pela engenharia da Mascarello é que suas carrocerias atendem perfeitamente a gama atual de chassis disponíveis no mercado brasileiro, como: Mercedes-Benz: OF-1519, 1721 e 1724; MAN-Volkswagen: 15.190 OD, 17.230 OD e o 17.260 OD. No modelo de chassi fabricado pela Agrale a encarroçadora destaque o “MA-15 e o “MA-17”. Na linha da sueca Volvo os produtos da Mascarello atendem ao robusto chassi “B270-F” e da série Scania os chassis “F-250” e “F-310”. O “GranVia Midi” possui internamente a altura de 2000 mm e no modelo convencional de 2100 mm – carroceria ideal para operar em cidades que demandam maiores volumes de passageiros. [Ronaldo dos Santos, editor MTb 9529PR, de Cascavel, PR – Fotos: Mascarello/Marketing]

por inbustransportonibus