Mercedes-Benz: montadora destaca um serviço de extrema qualidade para o segmento de ônibus!

Alta qualidade dos chassis Mercedes-Benz é assegurada por uma completa inspeção antes da entrega ao cliente!

20150416_6f0b18a54553430d95d5c0b6f863c261_pdi-6

Visando zelar pela alta qualidade dos chassis de ônibus da marca em todas as etapas de produção, a Mercedes-Benz do Brasil realiza um importante trabalho junto às encarroçadoras brasileiras. Da parceria resultou num abrangente e robusto processo de PDI Pre Delivery Inspection ou “Inspeção pré-entrega”, antes do produto completo ser liberado para o cliente ou operador do TRP/TUP/TFT. “Nosso PDI é um grande diferencial da marca no mercado brasileiro” – enfatizou Ricardo Silva, diretor geral de Ônibus América Latina da Mercedes-Benz, que concluiu ainda: “Trata-se de uma verificação da interface de montagem da carroçaria no chassi” – afirmou o executivo da montadora paulista. Outro importante diferencial da marca no País é a tradição e o pioneirismo identificados nos chassis: “Somos os únicos fabricantes do setor a realizar uma inspeção desse porte em 100% dos chassis de ônibus nos encarroçadores parceiros. Isso nos dá as condições para assegurar a qualidade que é um atributo historicamente associado à estrela de três pontas em todo o mundo” – completou Ricardo Silva.

20150416_7f3c8401a4a14410abc48abb80a6bf1e_ricardo-silva

O PDI consiste na inspeção visual e funcional dos ônibus equipados com chassis da marca, visando sua conformidade com as exigências do mercado e com os padrões de qualidade da Mercedes-Benz, explicitados nos manuais de encarroçamento de cada modelo de chassi e que seguem as diretrizes da Daimler Buses (da Alemanha). A equipe de PDI realiza a verificação final no chassi antes de ir ao cliente. Se houver correções no produto, somente após a aprovação dessas etapas pela equipe, o veículo é selado e liberado para a entrega. A inspeção é realizada nas instalações das encarroçadoras (em boxes especialmente montados em espaços para esta finalidade). Os profissionais da Mercedes-Benz ficam baseados nas empresas fabricantes de carrocerias e acompanham todo o programa de produção, desde a preparação do chassi para receber a carroçaria até total encarroçamento. O processo ainda envolve, por exemplo, a instalação das estruturas laterais, o frontal, a traseira e teto do ônibus, nos chicotes elétricos, na chaparia em geral, na pintura e no acabamento final. São verificados também todos os sistemas do veículo, como os de direção, freio, elétrico e pneumático, assegurando que sejam montados de acordo com o manual de encarroçamento.

20150416_8c75f2cd95634c2ea72791d420cff53f_pdi-9

No transporte do chassi desde a fábrica da Mercedes-Benz, na sua preparação para o encarroçamento e na produção da carroceria, alguns elementos de fábrica eventualmente podem ser danificados. Neste caso, a equipe do PDI verifica qual a origem do dano. Se um eventual problema é de responsabilidade da fábrica, a equipe realiza um trabalho em parceria com as áreas de Pós-Venda ou Engenharia visando à garantia do cliente. Se a responsabilidade é do encarroçador, a Mercedes-Benz envia um relatório detalhado para que sejam tomadas as providências. O objetivo é garantir que o veículo seja entregue ao cliente na mesma condição que saiu de fábrica. As atividades do PDI para ônibus foram iniciadas em 2005 e realizadas pelos concessionários da marca até junho de 2012 (sob responsabilidade da área de Qualidade da Mercedes-Benz). A partir de então, o processo passou a ser conduzido com mão de obra própria, também sob gestão desta área, porém com equipes próprias baseadas em localidades como o distrito de Xerém em Duque de Caxias, RJ (cidade onde está sediada o encarroçador “Marcopolo Rio”), Botucatu (Caio e Irizar) e Lorena (Comil), ambas em SP, em Cascavel, PR (na planta industrial da Mascarello), em Caxias do Sul (Marcopolo, Volare e Neobus) e em Erechim (na fábrica da Comil), no RS. “Nossos concessionários continuam sendo parceiros muito importantes no processo, porque os reparos são executados com a sua mão de obra e fornecimento de componentes” – explicou Jorge Vassilas, gerente da área de Qualidade da Mercedes-Benz do Brasil, afirmando ainda: “O foco do PDI é a inspeção do veículo, zelando pela qualidade do chassi que sai de fábrica e depois do ônibus que sai do encarroçador e é entregue ao cliente final. Consequentemente, contribuímos para a segurança do veículo, dos passageiros, do motorista e do trânsito nas vias” – enfatizou o gerente.

20150416_9ffa8c44239f41c4adb17946de4f7dbc_pdi-5

A Mercedes-Benz é referência de mercado pela complexidade e a solidez do “PDI”, que complementa uma série de outros processos de qualidade dentro da Empresa, sempre com o objetivo de assegurar a excelência do produto no mercado. “Além disso, temos obtido também uma melhora significativa na sinergia com os encarroçadores” – avaliou Vassilas. “Isso se deve ao trabalho de uma equipe extremamente experiente, competente e totalmente comprometida com a qualidade que é um atributo da marca Mercedes-Benz” – destacou o executivo da montadora. O gerente ainda destaca que a área de Engenharia da Mercedes-Benz dá um importante suporte ao desenvolver instruções para os processos de alongamento ou encurtamento dos chassis. Esta é uma referência muito importante para o PDI desde a produção até a liberação do veículo. Os engenheiros da fábrica avaliam a interface entre os chassis e diversas carroçarias das empresas parceiras, trocando informações e desenhos de projetos e fazendo acompanhamento em várias fases do processo, visando sempre garantir a interface chassis/carroçaria de acordo com as diretrizes de encarroçamento da Mercedes-Benz. O foco da montadora com a qualidade no encarroçador não se limita à produção. Os engenheiros da área de Qualidade efetuam auditorias do processo de encarroçamento (abrangendo desde a chegada do chassi na empresa até a saída do veículo para o cliente após o PDI). A auditoria então avalia os aspectos como o transporte do chassi pelas empresas contratadas pelas encarroçadoras, controle de entrada, armazenamento e segurança, preparação do chassi, encarroçamento propriamente dito. Todos os dados captados no “PDI” são lançados num sistema corporativo e ficam disponíveis para as várias áreas, como Qualidade, Engenharia, Produção, Pós-Venda e Garantia. [Helio L Oliveira, editor MTb 69429SP, de São Bernardo do Campo, SP – Foto: MBB/Comunicação/Imprensa]

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s