EXCLUSIVO!!! The Busworld Kortrijk 2015 – Bus world Belgium

A Busworld Kortrijk 2015 – uma das mais renomadas exposições de ônibus do mundo, realizada na cidade que leva o mesmo nome (distante 180 km de Bruxelas) na Bélgica, mostrou as principais novidades em coletivos e veículos para o transporte de passageiros.

Busworld-Kortrijk-2015-VDL-Citea-Electric_Articulated

A Busworld destacou também as tendencias para o segmento, evidenciando contudo as mais expressivas linhas do design moderno, as melhores soluções para o meio ambiente com ônibus movidos a tecnologias de emissões zero. Assim, como no design, na tecnologia e conforto, os ônibus mostrados aqui na Bélgica [na 23ª edição da Busworld Kortrijk] sem dúvida são as maiores vitrines do setor.

Busworld-Kortrijk-2015-VDL-Citea-LLE-3-door-version

Os tradicionais fabricantes europeus e alguns novos nomes realçaram os principais destaques em Kortrijk.  Outro importante aspecto é o retorno dos modelos estruturais montados em único corpo [como os conhecidos monoblocos ou estrutura rígida], diferenciando das opções convencionais com a montagem das carrocerias juntamente com os chassis [urbano/rodoviário].

Nesta edição de 2015 foram 410 expositores de 67 diferentes fabricantes de carrocerias de 36 países. Ao todo foram expostos aqui nesta edição 75 diferentes ônibus nas versões: elétrica, de hidrogênio, híbrido, GNV [a gás natural], diesel entre outros modelos.

Busworld-Kortrijk-2015-Volvo’s-full-electric-7900 Busworld-Kortrijk-2015-Yutong-E12LF

Divididos pelos 10 pavilhões que totalizam mais de 50 mil metros quadrados de área, os organizadores esperam superar a marca de 34,5 mil visitantes. Entre os principais expositores, foram os destaques apresentados:

Busworld-Kortrijk-2015-BYD-full-electric-double-deck-for-TfL

BYD

Entre as novidades apresentadas na Busworld Belgium Bus de 2015 foi a exibição do primeiro coletivo urbano modelo DD Double Decker totalmente elétrico que começará irá circular em Londres, Inglaterra. O modelo tem 10,2 m de comprimento, capacidade para 91 passageiros, autonomia de 300 km e carregamento de suas baterias em apenas 4 horas. Outro destaque foi do seu primeiro modelo articulado de 18 m de comprimento e capacidade para 150 passageiros. A chinesa BYD – que só produz ônibus na versão 100% elétrico, destacou a produção de 5 mil unidades em todo o mundo.

Busworld-Kortrijk-2015-BYD-Midi-1-os

DCG

A encarroçadora francesa “DCG”Dietrich Carebus Group [representante das marcas Temsa, da Turquia, e Yutong, da China] mostrou seu modelo urbano.

Busworld-Kortrijk-2015-Ebusco_Finland_Urban

IRIZAR

Apresentou o novo “Irizar i8” – ônibus que consumiu um investimentos de 20 milhões de euros e que terá como catálogo comercial três diferentes dimensões: com 13,2 m, 14,07 m e 15 m de comprimento. O novo “i8” pode atender a linha de chassis rodoviários com opções de motores Euro 6 da DAF, MAN, DAIMLER Bus, IVECO entre outros. O “i8” inova, com um design arrojado que mantém a identidade da encarroçadora espanhola. O modelo oferece: equipamentos eletrônicos de segurança passiva e ativa, sistemas de freios eletrônicos, estabilidade, controle de direção e sensores que identificam se o motorista está cansado. Para o passageiro: poltronas em couro, cinto de segurança de três pontos, controles individuais de ar-condicionado e entretenimento privativo, bagageiros com acionamento elétrico, câmeras de ré e na dianteira (que mostra a visão da estrada para o passageiro), sensores dianteiros e traseiros de aproximação, luzes em LED, inclusive nos faróis auxiliares.

Busworld-Kortrijk-2015-Ekova-electric

IVECO

As novidades na Iveco estão na nova motorização Euro 6 e na oferta de veículos com diversos combustíveis, como o diesel convencional, o biogás, híbrido e 100% elétrico. A montadora italiana apresentou o novo “Crealis” – exclusivamente para o conceito de Bus Rapid Transit, e que pode perfeitamente ser produzido para atender ao coletivo movido a diesel, gás natural ou híbrido elétrico, todos com motorizações da parceira FPT. Outro destaque é o rodoviário “Magelys”  – eleito o “The Bus World 2016″ “Ônibus Rodoviário do Ano 2016”. O modelo conta com design elegante e dinâmico, e possui três versões, cada uma disponível em dois comprimentos diferentes (12,20 e 12,80 m): “Line”, para viagens de média distância em condições de conforto excepcional; o modelo “Pro”, para serviços sofisticados nas linhas intermunicipais, nacionais e internacionais, e “Lounge” – nova versão completa baseada na Pro e com diferenciais como ZF AS-Tronic transmissão automatizada, lateral sol cego, assento do motorista com apoio de braço, degelo elétrico na janela do motorista, GPS, câmera de marcha a ré, câmera para a porta do centro, microfone, câmera, máquina de café, câmera filmando a estrada para os passageiros e teto central, de vidros duplos. Modelo “Urbanway” – disponível em versões de 10,60 m, padrão de 12 m e ainda no articulado de 18 m: todos com motorização Euro 6 HI-SCR,  a gás natural (CNG)  e elétrica híbrida. Oferece ainda: iluminação ambiente com LED´s embutidos no teto, decoração interna personalizada e selecionada pelo operador e fluxo de ar a partir do sistema de ar-condicionado. Outro destaque foi a carroceria “Ellisup” – onibus conceito com 4 eixos (dois deles direcionais) e totalmente estilizado.

Busworld-Kortrijk-2015-Isuzu-Citiport

MAN

A fabricante alemã evidenciou a carroceria Lion Coach (urbano e rodoviário).

Busworld-Kortrijk-2015-Iveco

MERCEDES-BENZ

A Mercedes-Benz destacou aqui na Bélgica o novo urbano “Citaro NGT” (Tecnologia de Gás Natural). O coletivo se destaca pela forte redução de emissões de CO2 – ambas são vantagens cruciais no tráfego pesado do centro da cidade. O modelo é comercializado nas versões convencional e articulado. O Citaro NGT tem o novo motor “M 936 G” a gás natural tem níveis ainda mais baixos de ruído.

Busworld-Kortrijk-2015-Iveco-a

SCANIA

A fabricante sueca apresentou a gama de motorizações que partem do combustível etanol, do diesel, do biogás, do onibus híbrido e do coletivo 100% elétrico. A novidade foi o lançamento da nova família “Scania Interlink” – modelo desenvolvido para atender as necessidades exclusivas do transporte urbano, como também o intercity e ainda o rodoviário. O produto da Scania é oferecido em comprimentos de 11 a 15 m, com dois ou três eixos.

Busworld-Kortrijk-2015-Iveco-Magelys-all-blacks

SOLARIS

A polonesa Solaris apresentou dois novos modelos: o novo “Urbino 12 Eletric” [equipado com baterias de alta energia da Solaris que geram 240 kWh] – com um sistema de carregamento pantográfico no teto, e ainda o “Urbino 12 LE” (Low Entry) – de 44 lugares e 94 passageiros no total, preparado para acomodar os motores Euro 6 de várias capacidades.

Busworld-Kortrijk-2015-King-Long-E12

TEMSA

A encarroçadora turca Temsa apresentou durante a feira europeia a sua nova carroceria rodoviária e de fretamento/turismo denominada de “LD13” Low Deck Coach.

VAN-HOOL

Fabricante belga oferece entre a sua moderna e atualizada linha de ônibus o seu maior sucesso comercial: o modelo “TDX27 Astromega” – DD Duble Decker e o “Exqui” – ônibus produzido nas dimensões de 18 e 24 m que atendem as motorizações diesel híbrido, fuel cell e trolley (elétrico em linhas eletrificadas). A Van Hool também destacou o modelo urbano “A308-E Midibus”.

Busworld-Kortrijk-2015-Mercedes-Benz-S517HDH

VDL

A novidade da outra fabricante belga é o lançamento de um novo DD Double Decker: o “Futura FDD2” – carroceria que trás como inovação a sua configuração, onde o piso inferior é maior que a do piso superior (1855 m e 1724 m, respectivamente) e capacidade para transportar 96 passageiros. O super ônibus tem ainda: 9,3 m cúbicos de capacidade para bagagem e volumes. Para atender a demanda do segmento urbano a montadora apresentou a carroceria “Citea LLE-120” modelo exclusivo de piso baixo e de três portas (com ar-condicionado/poltronas estofadas em plástico reforçado).

VOLVO

Os destaques da Volvo na Busworld 2015 são os lançamento do novo ônibus “7900 Electric” de 12 m e “100% elétrico”, movido por um moderno sistema de condução dinâmica da Volvo (o chamado “VDS”). Este é o primeiro ônibus elétrico na configuração de 12 m em produção seriada da fabricante. O novo Volvo 7900 é extremamente silenciosamente, possui as consagradas “baterias de lítio-íon” que são carregadas tanto pela energia gerada sempre que os freios são acionados e também por intermédio da rede de corrente eléctrica quando para no final do trajeto. O ônibus é projetado para rotas entre 10-20 km.

Busworld-Kortrijk-2015-Solaris-DAF-1

Outras encarroçadoras e seus destaques: a montadora e fabricante de ônibus “Yutong” da China pretende superar ainda este 2015 a marca de 75 mil unidades produzidas.

Busworld-Kortrijk-2015-Temsa LD13 low deck coach

Já a Golden Dragon deve crescer algo em torno de 22% e alcançar a produção total de ônibus com 27,4 mil mil unidades até 31 de dezembro próximo.

Busworld-Kortrijk-2015-Van-Hool-A308-E midibus

Encarroçadoras participantes: Karsan, Octokar, Ekova, Ebusco, Businova e Sileo.

Busworld-Kortrijk-2015-VDL-Citea-DLF-114jpg

[Por Jean R Dierckx, de Kortrijk, Bélgica – Correspondente para a REVISTA INBUS TRANSPORT Ônibus – BRASIL – Fotos: NOP-Bus/Inbus Transport/JRD Photo]

Busworld-Kortrijk-2015-Volvo-9700-VDS

Anúncios
por inbustransportonibus

Toyota: 100 modernos ônibus para serem utilizados nas Olimpíadas de 2020 em Tóquio, Japão

A Toyota informou que vai comercializar em 2020 cerca de cem ônibus modernos e atualizados movidos por células de combustível a hidrogênio. Os veículos que, em vez de fumaça liberam vapor d’água re eduzem em 100% as emissões de poluentes, devem prestar serviços urbanos nas Olimpíadas 2020 de Tóquio, Japão, e que depois serão integrados no sistema de transportes local. O governo japonês quer investir cada vez mais em serviços de ônibus menos poluentes. Atualmente os nipônicos possuem uma das maiores frotas do mundo de ônibus elétricos. O modelo da Toyota foi desenvolvido pela montadora em parceria com Hino Motors, também do Japão. O sistema dos veículos tem duas pilhas de células de combustível e oito tanques de hidrogênio somando 480 litros, cujas baterias (duas) podem gerar saída de 114kW. A Toyota anunciou também uma meta considerada ousada: a partir de 2050 zerar a produção de veículos a diesel e a gasolina, contanto apenas com tecnologia não poluente. No mundo, existem ônibus a hidrogênio em países como Estados Unidos, Alemanha, Japão e China.

toyota_fuel_cell_bus.2

[Por Jean R Dierckx, de Bruxelas, Bélgica – Correspondente para a REVISTA INBUS TRANSPORT Ônibus * BRASIL – Images: Hino Motors/Press/Japan]

por inbustransportonibus

Novos coletivos para o CE.

novo_marcopolo_ideale

A Marcopolo concluiu neste semestre a venda comercial de aproximadamente 100 ônibus, entre urbanos e rodoviários, para empresas de transportes de passageiros em Fortaleza, no CE. Os veículos são dos modelos “Paradiso” e “Ideale’, para fretamento e transporte rodoviário. Os ônibus modelo “Paradiso 1200” comercializados para os operadores cearenses são encarroçados sobre chassi Mercedes-Benz “O-500R” 1830, com 13,10 m comprimento e capacidade para 46 passageiros. Os ônibus possuem vidros colados, preparação de sistema áudio e vídeo, toalete, geladeira e sistema de ar-condicionado. Já os ônibus do modelo “Ideale” para os transportadores de Fortaleza foram encarroçados sobre  chassis Mercedes-Benz OF-1721, possuem 48 poltronas Executiva 970 soft e sistemas de áudio e vídeo e ar-condicionado.

novo_torino

Para as aplicações urbanas, as empresas que adquiriram os novos ônibus “Novo Torino” foram: Via Urbana, Auto Viação Dragão do Mar, Viação Metropolitana – ViaMetro, Auto Viação Fortaleza, Viação Siara Grande, Empresa São Paulo, Expresso Novo Maranguape, Viação Princesa do Inhamuns, Organização Guimarães, Maraponga Transporte e Fretcar Transporte. A prefeitura da Fortaleza exige agora ar-condicionado dos veículos novos, o que incentivou a renovação da frota, além da qualificação dos serviços aos passageiros e das diversas inovações tecnológicas que ampliam os padrões de conforto, segurança e bem-estar dos usuários do transporte público da capital cearense. As unidades do Novo Torino foram comercializadas em parceria com a fabricante Mercedes-Benz, nas configurações para o sistema de Fortaleza: com 33 lugares sobre chassi OF 1519 e com 36 lugares sobre o modelo de plataforma OF-1721.

marcopoloparadiso1200expressoquanabara_20ago2015

Os veículos contam com poltronas City com apoio de cabeça, sistema de campainha com acionamento de chamada de parada por botão (sem fio) e poltronas preferenciais para idosos, gestantes e/ou deficientes, elevador automático e área reservada para cadeirantes. [Helio L Oliveira, editor MTb 69429SP, de SP – Foto: Divulgação]

por inbustransportonibus

Ônibus: a preferencia nacional em transporte de passageiros, segundo pesquisa CNI.

004

O Brasil tem mesmo a preferencia pelo transporte de passageiros realizado por ônibus. Esta foi a constatação da pesquisa da CNI Confederação Nacional da Indústria (encomendada ao Ibope) que confirma os resultados de outros estudos. O ônibus é com certeza o principal meio de descolamento dos brasileiros. A pesquisa foi realizada em mais de 140 cidades e comparou as repostas dadas entre 2011 e 2014. De acordo com o levantamento, o carro de passeio só aparece em terceiro lugar como principal meio de locomoção do brasileiro: 1º) Ônibus (considerando integrações com redes metroferroviárias) – 24%; 2º) A pé – 22%; 3º) Carro – 19%; 4º) Motocicleta – 10%, 5º) Ônibus/Van Fretamento – 9% e em 6º) Bicicleta – 7%.

014

Ainda de acordo com a pesquisa, a maioria dos entrevistados disse que usa ônibus por ser a única opção de transporte e, sem seguida, por ser o meio de deslocamento com o preço mais razoável. Já entre os que se deslocam a pé, os principais motivos são porque é o meio mais rápido para o trajeto proposto e por ser saudável. Se o transporte público é o principal meio de deslocamento da população brasileira, de acordo com a pesquisa, nem sempre satisfaz plenamente ao passageiro. Por este motivo, são essenciais os investimentos para que a qualidade dos serviços melhore e o tempo de trajeto no transporte público diminua.

051

Corredores de ônibus e ampliação de linhas de metrô são apontados como soluções essenciais. “Os brasileiros de município com mais de 100 mil habitantes são os que mais mal avaliam o transporte público: 43% o consideram ruim ou péssimo. Esse percentual é menor conforme o tamanho do município, chegando a 35% em municípios com até 20 mil habitantes.” – é o que aponta o relatório do estudo da CNI. Ainda de acordo com o levantamento, aumentou o tempo de deslocamento dos brasileiros de uma forma geral. Em 2011, 26% dos entrevistados disseram que gastavam mais uma hora para se deslocarem para atividades cotidianas, como estudo e trabalho.

079

Em 2014, este percentual foi para 31%. Sendo o transporte público o principal meio de locomoção do brasileiro, deveria ter mais prioridade no espaço urbano para ser mais rápido. Mas a realidade mostra que isso ainda não ocorre. Quem está nos ônibus leva mais tempo para se deslocar: 22% dos passageiros de ônibus demoram mais de duas horas por dia, enquanto 9% dos usuários de carro gastam este tempo. A avaliação dos passageiros em relação ao transporte público piorou. Em 2011, 39% dos entrevistados achavam o transporte coletivo bom ou ótimo. Em 2014, este percentual caiu para 24%. Já o total de pessoas que consideram os serviços péssimos subiu de 16% em 2011 para 19% em 2014.

361

[Adamo Bazani, editor MTb 31521SP, de SP – Fotos: Inbus Transport/NOP-Bus/AutomotivePress]

por inbustransportonibus

Marcopolo volta a fornecer coletivos para a região do Oriente Médio.

Marcopolo Viaggio 900 G7 [2015]

A Marcopolo anunciou que depois de dez anos sem negócios com o Omã (região do Oriente Médio), vendeu 32 ônibus modelo rodoviário Viaggio 900 para o país. Os veículos foram encarroçados sobre chassi Mercedes-Benz OC 500 RS 1836 para a companhia Royal Oman Police no transporte de oficiais da polícia para grandes eventos e em deslocamentos da tropa. Os rodoviários tem capacidade para 45 passageiros, o modelo conta com sistema de áudio e vídeo com três monitores rebatidos, ar-condicionado e sanitário. A iluminação do salão de passageiros utiliza LEDs, com luzes indiretas que criam um ambiente de conforto visual e sofisticação. Os LEDs estão presentes também nas luzes de leitura dos porta-focos, com acionamento por toque, que contam ainda com amplificadores de áudio individuais e integrados. [Adamo Bazani, editor MTb 31521SP, de SP – Foto: Marcopolo/Imprensa]

por inbustransportonibus

Scania: lançamento da versão biarticulada para o transporte urbano de passageiros!

Biarticulado_10

A fabricante de caminhões, motores e chassis Scania apresentou o moderno ônibus biarticulado com o modelo “F360HA”, cujo desenvolvimento durou cerca de três anos, como projeto brasileiro. O produto possui 28 m de comprimento. Segundo dados da empresa, o veículo vai ser destinado para o mercado interno e para os demais países na América Latina, onde pelo menos 12 unidades biarticuladas já operam no sistema BRT Bus Rapid Transit no México e na Colômbia. O “F360HA” tem motor dianteiro de 360 cv de potência, torque de 1.850 Nm, transmissão automática e pode atender até 270 passageiros, dependendo da configuração interna da carroceria. O peso total do biarticulado é em torno de 43,5 toneladas, disponibilizado na configuração de piso alto que permite aplicação em sistemas de BRT com estações que tenham plataformas no mesmo nível do assoalho dos ônibus.

Biarticulado_4__Sergio_GREIF_out2015

A montadora evidencia assim a proposta comercial de retirar das ruas até 135 carros com duas pessoas, ou ainda 68 automóveis com 4 ocupantes. O ônibus biarticulado F 360 HA é o mais novo veículo da Scania destinado ao uso em corredores exclusivos do sistema BRT – versão que vem ganhando espaço como solução viável para a mobilidade eficiente nas médias e grandes cidades. “O biarticulado Scania é uma solução eficaz e rápida para a população, e mais econômica e rentável para o operador, no transporte de alta capacidade. Nosso modelo tem um motor de grande porte, mas de baixa rotação, caixa automática e suspensão a ar” – afirmou Silvio Munhoz, diretor de Vendas de Ônibus da Scania no Brasil. Com um modelo de transporte urbano mais seguro, de boa qualidade, de integração intermodal, rápido e confortável garantem a elevada demanda de passageiros, onde cada vez mais são necessários veículos com maior capacidade. “Agora temos uma completa gama para o transporte urbano a partir de 12 m. Trazemos para o biarticulado a tradicional redução de custo operacional do ônibus Scania.

Biarticulado_3_SERGIO__GREIF_out2015

Cada componente foi projetado para aumentar seu desempenho e definir padrões de classe mundial para a economia de combustível, dirigibilidade, confiabilidade e disponibilidade” – enfatizou Munhoz. O biarticulado Scania F 360 HA 8×2 segue os padrões de BRT do manual da FABUS Associação Nacional dos Fabricantes de Ônibus (Fabus), adotado pela grande maioria das cidades brasileiras. A norma prevê corredores exclusivos com plataformas de embarque e desembarque elevadas, o que requer veículos com piso alto, no mesmo nível da plataforma, a fim de facilitar o embarque e desembarque, além de privilegiar com um excelente salão de passageiros, permitindo uma excelente acessibilidade entre os três módulos do veículo. O câmbio automático é o modelo “B 516R” de seis marchas, da Allison, com retarder, configuração 8×2 de 43,5 toneladas de capacidade de carga (maior do mercado) e pode receber carrocerias de até 28 m de comprimento. O F 360 HA 8×2 sai de fábrica com sistema de articulação com monitoração, suspensão a ar com quatro bolsões nos eixos traseiros, freios a tambor com sistema eletrônico EBS, ABS, controle de tração e o freio auxiliar Scania Retarder. [Elias Marques, editor MTb 49162SP, de SP – Fotos: Scania/Comunicação/Imprensa]

por inbustransportonibus