Contra a evasão em Curitiba, PR.

photogrid_1548158511876

Segundo dados da URBS Urbanização de Curitiba S.A. – gerenciadora do transporte público de Curitiba e Região Metropolitana, cerca de R$ 6,3 milhões é o valor dos prejuízos das ações dos “furas-catracas” – quando o cidadão não quer pagar a tarifa do transporte urbano e viajar totalmente de graça. Assim as empresas de ônibus da Capital do PR, instalaram grades nas “estações-tubo” – cujo acesso é direto a porta do coletivo. A primeira estação a receber o equipamento de proteção foi a “Estação Tubo Passeio Público”, cujas grades foram custeadas pela empresa de Transporte Coletivo Glória – na operação com os veículos biarticulados. Com o montante do prejuízo local é possível realizar a aquisição de cinco novos biarticulados, ou ainda: 13 ônibus Padron ou 18 ônibus convencionais. INBUS NEWS, 1137/19J * Hélio Luiz de Oliveira e Ronaldo dos Santos FotoFrotista * Fotos: SETRANSP/CTB/URBS

Anúncios
por inbustransportonibus

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s